OS REFLEXOS DA QUEDA DA TAXA DE JUROS NO MERCADO IMOBILIÁRIO

OS REFLEXOS DA QUEDA DA TAXA DE JUROS NO MERCADO IMOBILIÁRIO

Desde o ano de 2017 vem ocorrendo um fenômeno de quedas dos juros que baseiam as taxas básicas, e mais precisamente, a taxa Selic, taxa básica de juros da economia no Brasil, utilizada no mercado interbancário para financiamento de operações imobiliárias.

Pois bem, após a queda da SELIC, o que se vê nos noticiários é que os grandes bancos brasileiros estão sendo pressionados pelo governo e pelo Banco Central para que seja repassada a queda da Selic para consumidores, que desencadeia a retomada do crescimento do setor imobiliário.

Segundo comunicado emitido pela Caixa Econômica Federal, já houvera um corte pela metade da taxa de juro do cheque especial, que foi reduzida de 9,99% para 4,99%, a partir de 1º de dezembro 2019.

Entretanto, esses 9,99% aplicados pela CEF já eram mais baixos do que os cobrados pelos bancos privados, e fizeram parte de uma primeira rodada do banco público de corte de juros cobrados de seus clientes.

A taxa média do cheque especial é de 12,4% ao mês. Com as mudanças da Caixa, as taxas serão as mais baixas do sistema financeiro.

Por fim, a caixa também anunciou uma nova linha de crédito imobiliário indexado ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), com taxas a partir de 2,95% ao ano mais o IPCA, representando uma parcela 40% menor em relação ao financiamento indexado à taxa referencial – TR.

Como consequência o setor anuncia uma projeção de retomada de crescimento do mercado de aquisição imobiliária, através do incentivo à população ao financiamento bancário, que desencadeia uma série de reflexos na economia e no meio jurídico.

Sempre devemos estar atentos aos sinais do mercado para melhor auxiliar nosso cliente no momento da aquisição, sempre buscando a proteção e a decisão mais acertada.

Fonte:
KASTNER, Tássia. Caixa corta pela metade taxa de juro do cheque especial, 2019, disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/11/caixa-corta-pela-metade-taxa-de-juro-do-cheque-especial.shtml>Acesso em: 02 dez. 2019.

Autora: Larissa Rêgo Barros, advogada, colaboradora da Tompson Advocacia

© Tompson Advocacia | 2019 | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Diogo Costa.

× ATENDIMENTO VIA WHATSAPP